.: José Renato Sátiro Santiago Junior :.

Centro de Inteligência

Área utilizada para o compartilhamento de apresentações, artigos, textos e sugestões de livros relacionadas com boas práticas relacionadas com Gestão de Projetos, Processo de Inovação, Registro e Compartilhamento de Conhecimentos, Excelência em Gestão de Pessoas, Capital Intelectual e Ações que busquem o Desenvolvimento Sustentável a partir do desenvolvimento de atividades éticas, de menor custo, maior retorno e melhor Qualidade.

Como e onde manifestar sua Insatisfação

Autoria: Paulo Saab 

Para definir se o leitor deveria manifestar sua insatisfação ou indignação, no apelo da chamada, decidi escolher insatisfação para deixar ao próprio leitor a definição interna no sentido de estar insatisfeito ou indignado com o "tsunami" de corrupção que assola o país. ("onda" já deixou de ser desde o início da era Lula).

Existem claro, os satisfeitos. Acredito que estes fazem parte do contingente justamente beneficiado pelas melhorias alcançadas pelo país graças ao Plano Real e a manutenção da política econômica, na era Lula, iniciada pelo governo FHC. Entre os satisfeitos, pelas pesquisas, é lícito imaginar que se encontram os que desconhecem os efeitos danosos a eles próprios, do comportamento corrupto, indigno, de pessoas que ocupam cargos importantes no país, eleitos ou designados e os a eles ligados. Ninguém em são consciência, mesmo tendo melhorado de vida, sabendo que muitos mais poderiam ter evoluído e eles próprios terem um avanço maior, vai estar satisfeito ou não indignado com os corruptos e corruptores que tomaram de assalto os cofres públicos do país.

Por esta razão, e voltado também para o leitor que quando publiquei um modelo de mensagem destinado aos políticos e governantes, para demonstrar seu descontentamento, informo nesta coluna os emails e telefones das principais casas políticas do Brasil, lembrando também que pelas ferramentas da Internet o leitor interessado encontra em pesquisa simples os destinatários para quem desejar escrever.

Assim, por exemplo, se sua insatisfação é com o governo federal, pode enviar email ou telefonar para o Palácio do Planalto ou para os próprios Ministérios. Sempre, claro, com cópia para os principais jornais de sua cidade.

Se sua revolta for também, (sim, um não exclui outro) com os deputados federais e ou senadores, pode dirigir-se à Câmara Federal ou ao Senado da República.

O mesmo se dá em relação aos deputados estaduais, devendo o leitor dirigir-se à Assembléia Legislativa de seu estado e no caso dos municípios, à respectiva Câmara Municipal e ao prefeito local e governador ou Secretários de seu Estado.

Poucos sabem que o Ministério Público tem os promotores de justiça e procuradores que podem e devem receber as denuncias as manifestações de insatisfação, dos cidadãos comuns.

Na verdade, não há o hábito entre nós, os brasileiros, de expressar de forma direta e publicamente nosso grau de indignação com os que se aproveitam da burocracia e sendo corruptos e corruptores, sangram a riqueza da nação em benefício próprio.

Essa leniência, complacência, mais os maus exemplos vindos de cima, a começar das mais altas autoridades, criaram no país uma rede de corrupção inusitada. Entranhada no estado, com ramificações na iniciativa privada podre.

Quanto mais quieto ficamos, mais irão no roubar, ainda que incipientemente se procure combater. Nossas leis são frágeis e quem as faz não tem interesse em mudar. Seriam réus de si próprios mais a frente. Não todos, mas muitos.

Usando o modelo que publiquei, manifeste-se ,leitor, começando pelos endereços abaixo :

Congresso Nacional.

Senado da República : 61 3303-4141 (peça o gabinete do senador com quem deseje falar.) ou envie email para sarney@senador.gov.br ou usando a mesma formula para outro senador.

Câmara dos Deputados: 61 3216-0000 (faça como acima) ou envie email para dep.marcomaia@camara.gov.br ou usando a mesma formula para outro deputado federal.

Palácio do Planalto .Presidência da República : 61 3411-1200 (peça para falar com a Presidente, ou Presidenta, no jargão palaciano). Ou envie email para gabinete@planalto.gov.br

Ministérios : Procure em www.presidencia.gov.br/ministros/view

 

 e escolha para quem quer escrever entrando no site de cada um.